Medicina Dentária

  ORTODONTIA

A ortodontia é a especialidade da Medicina Dentária que estuda o crescimento e desenvolvimento da face, bem como o desenvolvimento das funções dos desvios da normalidade, prevenindo, intercetando e corrigindo as más oclusões dentárias.

Os problemas ortodônticos podem variar entre um desalinhamento dentário maior e a mal oclusão (má relação entre os maxilares superior e inferior), que poderá ser originada por más posições dentárias.

Mordida cruzada e mordida cruzada anterior: Quando os dentes superiores estão por dentro dos dentes inferiores;

Mordida aberta: Os dentes superiores e inferiores não se sobrepõem;

Apinhamento: Falta de espaço;

Sobremordida: Os dentes anteriores superiores cobrem demais os dentes inferiores da frente.

 

A ortodontia moderna assume como objetivo principal o alcance de uma harmonia dentária e facial. Este também pode resultar numa alteração de aspeto e isso refletir-se-á positivamente na vida profissional e social dos pacientes.

 

IMPLANTOLOGIA/CIRURGIA ORAL

A Implantologia é a área da Medicina Dentária que tem como objetivo a reabilitação fixa de espaços edêntulos, através da colocação de implantes. Os implantes assemelham-se às raízes dentárias, sendo um suporte essencial para uma reabilitação estética e funcional. Tem como objetivo final o aumento do conforto e da eficácia mastigatória para o paciente.

A ausência total ou parcial de dentes tem um impacto muito significativo na qualidade de vida, comprometendo funções estéticas ou funcionais (tais como a mastigação, fala, sorriso), o que leva a consequências para a saúde física e emocional.

A colocação de implantes permite ao paciente uma solução duradoura e completa para o problema da falta de dentes, devolvendo-lhe a função, o conforto e a estética de um dente natural.

A Cirurgia Oral, por sua vez, é a especialidade da Medicina Dentária dedicada à prevenção, diagnóstico e tratamento dalterações, lesões e patologias da cavidade oral e estruturas anexas.

Extrações (inclusive de dentes inclusos), tratamento de infeções orais, remoção de quistos e tumores, tratamento de deformações dentárias e esqueléticas, diagnóstico e tratamento das patologias das glândulas salivares, são algumas das intervenções na área da cirurgia.

Nos casos clínicos mais complexos poderá ser necessário o auxílio das restantes especialidades, como é o caso da Implantologia, Ortodontia, entre outras. Deste modo, privilegia-se o uso de um tratamento multidisciplinar que culminará numa melhoria da qualidade de vida do paciente, quer a nível funcional, quer a nível estético e social.

 

ESTÉTICA DENTÁRIA/BRANQUEAMENTO A LASER

A Medicina Dentária atual procura restabelecer a estética e o bem estar dos pacientes, devolvendo-lhe a auto estima e o prazer de sorrir. Inúmeras são as técnicas e materiais utilizados para a melhoria do sorriso, técnicas que vão desde o branqueamento dentário às resinas. Estas últimas são utilizadas em dentes que apresentam lesões de cárie, alterações de forma ou coloração e resolução de fraturas, restituindo deste modo a aparência original dos dentes.

Em relação ao branqueamento dentário, existem dois tipos:

Branqueamento dentário com moldeiras (casa):

 

Este tratamento é realizado pelo próprio paciente. É dada uma moldeira personalizada onde colocará o produto para branquear. O médico dentista irá supervisionar o tratamento.

 

 

Branqueamento dentário no consultório (laser):

 
No branqueamento dentário realizado em consultório, o médico dentista irá aplicar sobre os dentes o agente branqueador. Durante a aplicação, a gengiva, lábios e bochechas são protegidos. É aplicado de seguida o laser que irá promover uma intensificação do branqueamento. As vantagens de um branqueamento a laser são a rapidez, comodidade e segurança.

Ambas as técnicas apresentam excelentes resultados.

O sorriso é fundamental para o bem-estar emocional e social.        

 

PRÓTESE FIXA E REMOVÍVEL

É uma área da Medicina Dentária que consiste na construção de uma prótese para a substituição de um ou mais dentes. Nesta área envolve-se, para além do médico dentista, um laboratório de prótese dentária.

As próteses podem ser de vários tipos e materiais: prótese unitária ou de múltiplos dentes, próteses fixas, próteses removíveis, próteses totais, próteses adesivas, próteses fixas, prótese sobre implantes.

As próteses permitem, assim, um restabelecimento e manutenção das funções do complexo maxilo-mandibular, nomeadamente ao nível mastigatório, fonético e estético.

 

OCLUSÃO E ATM

A Oclusão e ATM é a área da Medicina Dentária que diagnostica e trata as alterações ocorridas no aparelho estomatognático (Articulação Temporo-Mandibular (ATM)) e músculos mastigadores, assim como patologias associadas à oclusão dentária.

A causa de distúrbios da articulação temporo mandibular (ATM) é desconhecida em muitos casos. No entanto, atualmente são considerados três grupos principais de fatores etiológicos: anatómico, neuromuscular e o psicológico que se influenciam uns aos outros e podem agir juntos. Pode acontecer também a prevalência de um destes fatores sobre os outros, sendo assim denominada de origem multifatorial. Porém, a maior parte dos problemas da ATM são causados pela utilização excessiva dos músculos do maxilar.

Os sintomas comuns de disfunções temporo mandibulares são a dor de ouvido sem infeção; dor no maxilar ao trincar, mastigar ou bocejar; sons emitidos da articulação ao abrir e fechar a boca; dificuldade em abrir e fechar a boca; dentes sensíveis (na ausência de problemas nos dentes); sensação de cansaço no rosto; Inchaço do lado da face; dor e sensibilidade no pescoço, ombros ou ao redor da orelha durante o movimento de abrir ou fechar a boca; dores de dentes, dores de cabeça, tonturas, dores de ouvido, problemas de audição e zumbido nos ouvidos.

 

ODONTOPEDIATRIA

A odontopediatria é a especialidade da Medicina Dentária dedicada à manutenção da saúde oral das crianças, adolescentes e pacientes com necessidades especiais. Esta especialidade alia à componente curativa, uma forte componente preventiva.

A presença dos dentes de leite é muito importante porque guia a erupção dos dentes permanentes, mantendo o equilíbrio harmônico no crescimento das estruturas da face (dentes, ossos e músculos). Um dente de leite comprometido seriamente por um processo de cárie, poderá levar a uma infeção, acarretando a má formação do dente permanente. Além disso, quando nos deparamos com crianças esteticamente comprometidas, percebemos que ocorrem nelas uma dificuldade de comunicação e integração social.

A utilização de medidas preventivas desde os primeiros anos de vida, auxilia no desenvolvimento de hábitos saudáveis que contribuirão para a manutenção da saúde oral. Cuidados simples, como a escovagem dos dentes, o uso do fio dentário e visitas periódicas ao dentista, podem evitar as doenças mais comuns na cavidade oral: cárie e a doença periodontal.

 
 

 
Nuno TavaresNuno TavaresNuno Tavares
Back to Top